"A simplicidade é o último degrau da sabedoria." Gibran



terça-feira, 14 de outubro de 2008

Action Day 2008 - Pobreza



O tema do Action Day deste ano é POBREZA e escrever sobre pobreza, vivendo num país tão desigual como o Brasil, não é difícil, infelizmente. Difícil é você saber que tem criança que vai à escola penas para ter o que comer. Criança que trabalha no sinal para vislumbrar parcas moedas. Exemplos não faltam.

Como brasileira, não consigo e não posso ficar calada, apenas mostrando imagens da pobreza, que todos conhecemos e vivenciamos no nosso dia-a-dia nas esquinas, nos sinais de trânsito, na periferia , no campo....em todo o lugar.

A questão da pobreza está fortemente enraizada ( e fomentada) no Brasil, porque assim como a seca, que virou arma de poder, a pobreza é o baluarte ativo no discurso de todos os políticos, bem como o analfabetismo.

Vocês querem melhor eleitor, do que um faminto analfabeto (funcional ou total) que vende seu voto por uma cesta básica ou uma camiseta? E o analfabeto não lê, não entende, não sabe pensar, porque não tem subsídios, precisa ser levado pela mão!

A fome e a pobreza jamais serão erradicadas do Brasil, enquanto continuarmos tendo gente que sempre diz "ah, eu detesto política". Beleza! É disso que os maus políticos precisam para se eleger: de gente que vira as costas, que não lê, que não se interessa com o que acontece no Congresso Nacional, que tem o poder de tirar de lá os maus governantes, mas não o fazem.

Quando eu morava em Brasília, as pessoas brincavam comigo : " ah, tu moras na terra dos ladrões!". E eu respondia que os ladrões e corruptos que estavam lá, não eram de Brasília ( tá, com exceção de um ou outro ) mas mandados para lá, com o voto de todos.

Vocês lembram do Senador Arruda, que violou um painel de votação do Congresso, para puxar o saco de um político baiano, já falecido, chantagista (alguém lembra da famosa Pasta Rosa?), avô daquele fedelho metido a galo de rinha? Pois logo depois, Arruda se elegeu Governador de Brasília. As pessoas que votaram nele, diziam que ele "se arrependeu". Ahahahahahahah!

Estamos vivenciando um momento político crítico, vergonhoso, onde o "Sr João-pinguço-que-só-veste-ternos-Armani" gerencia uma quadrilha de golpistas, que roubam, mentem, saqueiam, ao mesmo tempo em que ele finge que não é com ele. São denominados PETRALHAS. Procure no google. Ou então veja meu outro blog, nos blogs políticos.

Escândalos e mais escândalos estouram lá e cá e o resultado das eleições, agora? Um monte de prefeituras serão governadas por "compa-rsas-nheiros"! Claro que dentro desse balaio ainda tem gente honesta e bem-intencionada, portanto oremos!

Vocês acham que algum deles têm interesse em mudar o cenário de pobreza atual? Por quê?? Pobreza dá voto!


O Ministro da Cultura, Gilberto Gil caiu fora, porque o investimento em cultura no Brasil é pífio. O governo gasta mais em propaganda que em cultura!!


A Ministra Marina Silva foi despachada, porque não concordava com a politicagem agora praticada abertamente envolvendo o Norte do Brasil e mais precisamente a demarcação da Reserva Raposa Serra do Sol.


O fim da pobreza começa com cultura e alfabetização. Povo que sabe ler, aprende a pensar, sabe eleger.O fim da pobreza poderá acontecer quando pararem de criar bolsas assistencialistas , quando pararem de dar o peixe e ensinarem (ou derem meios) do povo pescar.


Mas bolsa-família, bolsa-escola, bolsa-gás, sustenta o voto e consequentemente a reeleição desses déspotas, que vestem Armani e bebem vinho Romanee Conti às custas da fome das nossas crianças e da miséria do nosso povo - com total conivência de um determinado canal de televisão, que vendeu a alma para saldar pesadas dívidas. Portanto, seus telejornais e as (des)informações passadas, são viciadas.

Não basta dar o peixe, tem que ensinar a pescar, a ler, a entender, a pensar.

Um povo que pensa, não se deixa manipular e votará conscientemente para, finalmente, acabar com a miséria moral e financeira que assola o Brasil.

6 comentários:

Lenita disse...

Oi, Talma, falou e disse. Só gostaria de fazer uma ressalva: não se trata de "bolsa isso" ou "bolsa aquilo". É "esmola-família", "esmola-gás", "esmola-escola", e por aí vai... Êêêê, Brasil...

Talma disse...

Lenita, a maioria do povo gosta de ser sustentada pelo governo, afinal, se a gente sustenta o tal Cartão Corporativista, por que não aceitar uma esmolinha desse mesmo governo? É vergonhoso.

Inspirações da Jô disse...

Falar sobre política é algo muito complicado!!!!Um é honesto e cem são corruptos!!!!E assim caminha a humanidade...
Bem, mudando de assunto, agradeço suas visitas e palavras tão carinhosas!!!!!Obrigado!!!!
Bj.

Talma disse...

Pois é Jô, mas temos que lembrar que os corruptos estão lá, porque NÓS OS PUSEMOS LÁ.
Enquanto não nos dispusermos a conhecer BEM nossos candidatos, bem como os nossos direitos, seremos governados por gente assim. A mudança está nas nossas mãos. E é simples resolver.

margaret disse...

Esse realmente é um assunto que me irrita...fico indignada com tanta coisa que a gente vê.
E tambem sei que a mudança está em nossas mãos...mas me pergunto: mudar como se o povo gosta de esmolas? A classe mais simples da nossa sociedade é enorme...como mudar a cabeça dessas pessoas? Sem falar que não é apenas a classe mais simples que elege...Existem os riquinhos que fazem parte do tralala.
Eu já tem algum tempo que tomei uma decisão, errada ou certa, não sei...mas eu não voto e nem justifico. Talvez em não votar eu esteja cruzando os braços, mas foi a opção que achei para dizer: Quero as coisas diferentes.

Edy pinturas e artes disse...

Olá!!! quero propor a vc que coloque no seu blog a mensagem abaixo, para que “todos possamos fazer a diferença neste ano” – ABRACE ESTA CAUSA - NATAL 2008 - ESPALHE ESSA IDÉIA. -
Para o Natal 2008 e por que não por muitos e muitos outros... ( espalhe essa idéia)
Que tal fazer algo diferente, este ano, no Natal? Sim .... Natal .... daqui a pouco ele chega .Que tal ir a uma agência dos Correios e pegar uma das 17 milhões de cartinhas de crianças pobres e ser o Papai ou Mamãe Noel delas?
Há a informação de que tem pedidos inacreditáveis. Tem criança pedindo um panetone, uma blusa de frio para a avó....É uma idéia. É só pegar a carta e entregar o presente numa agência do correio até dia 20 de Dezembro. O próprio correio se encarrega de fazer a entrega.
DIVULGUE P/ SEUS AMIGOS DA LISTA
Na vida, a gente passa por 3 fases:
- a primeira, quando acreditamos no Papai Noel;
- a segunda, quando deixamos de acreditar e
- a terceira, quando nos tornamos Papai Noel!!!!
http://edypinturaseartes.blogspot.com

 
Related Posts with Thumbnails