"A simplicidade é o último degrau da sabedoria." Gibran



segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Adoção é ato de nobreza? De quem?

(Bruno e Bibi)

Meu nome é Talma Martins, sou casada e mãe biológica de dois anjos: Bruno e Bibiana.
Quando Bruno estava com 12 anos e Bibi com 7, passei a sentir falta de outra criança pequena em casa e a adoção era uma opção lógica e natural. Comecei tentando fazer a cabeça das crianças para, depois, convencer o pai- o mais reticente.
Escondidos, eu e as crianças começamos a comprar um pequeno enxoval, porque com paciência o convenceríamos do contrário.
Mas naquele mesmo ano, um acidente de carro mudaria tudo.

Ficamos apenas eu e o marido num longo e doloroso processo de recuperação. Recuperação de tudo: saúde física, mental e afetiva.
Com muita cola, linha e agulha, fomos colando e costurando o que tinha sobrado e decidimos que precisávamos de filhos para dar razão à nossa existência. Afinal, prá que (ou quem) se vive? Nossa vida sempre fora dedicada a eles. E agora, o que fazer?
Decidimos SER ADOTADOS afinal, estávamos órfãos!
Esperávamos que Deus nos mandasse um anjo generoso, que se submetesse ao difícil processo de ser filho de um casal com essa forte marca em suas vidas.
Por essa razão eu afirmo: se a adoção é um ‘ato de nobreza’, certamente é por parte da criança que o tornará rico de amor e realizações e jamais o contrário. É nobreza ter filhos biológicos? Então por que com os adotivos, seria? Não é caridade. Caridade se faz na igreja ou em entidades assistencialistas.
Também não é “reposição” como cruelmente chegaram a me dizer. Não, cada filho é um filho, um ser totalmente diferente um do outro. Não estávamos em busca de “repor” ou “substituir” Bruno e Bibiana: queríamos ser pais novamente, simples assim.
Bem, fizemos nossa inscrição simples e rápida e depois de algumas entrevistas, nos habilitamos e entramos para a enorme e infindável fila.
Um parêntese: as pessoas costumam reclamar da burocracia para se habilitar. Mas devo lembrá-los que estamos falando de vidas. Para você comprar uma casa, é exigido de você um sem-número de documentos e nem por isso alguém reclama. Gente, o Estado passará para você algo inestimável e, para isso, precisa se cercar dos meios disponíveis para saber se está agindo corretamente!
Em minha opinião, o problema não é a burocracia necessária, mas o tempo de espera dependendo da criança que você quer.
Um conselho: não abram mãos dos seus sonhos, nem dêm ouvidos aos "urubus".
Nós não abrimos e vejam só...
( Lucas e Mariana)

 (atualizado em out/2012)

Lucas nasceu em Brasília, com um ano e meio de ‘gravidez’(espera).
Mariana nasceu em Bagé, quando Lucas tinha 6 anos.
Sobre questões ‘de sangue’, passei por três experiências de preconceito. Depois disso, aprendi a andar armada (no sentido figurado) e ai de quem abrir a boca perto de mim ou dos meus filhos. Viro uma leoa!
E passei por uma situação engraçada, também: levei Lucas na dentista e ela queria ver a quem ele tinha puxado, na questão da oclusão. Lá fiquei eu, abrindo e fechando a boca para ela ver meus dentes.
Dããããã! Eu tinha esquecido completamente!!! rsssss.

Lucas sabe que nasceu de outra barriga, sabe que tem dois irmãos que moram no céu (Bruno e Bibi) e sabe que é muito amado. Tenho completa segurança no amor e nos laços que nos unem - infinitamente maiores que os de sangue. E Mariana seguirá pelo mesmo caminho, porque é um direito deles saber da verdade e minha obrigação contar. Afinal, onde estaria minha segurança nesse amor, se não falasse a verdade? Um dia eles correrão atrás do passado deles e eu quero ajudá-los da melhor forma possível.
Sobre os filhos biológicos, não tem dia que não pense e não fale com eles. Meu telefone? O amor.
Se eu voltaria no tempo? Não.

Estas duas tatoos têm significados correlacionados: as estrelas que estão no céu e a borboleta, para me lembrar de duas coisas: que tudo passa e que estamos em constante transformação à caminho da lenta edificação espiritual.
Esta postagem justifica este, da Margaret, que me emprestou o ombro. Obrigada, flor!
E aqui tem um relato de uma outra situação pela qual passei, antes de ter a Mariana.
De vez em quando as feridas abrem, é a vida. Mas mesmo assim somos felizes de verdade, porque nos amamos.
;-)

ESTA POSTAGEM FAZ PARTE DE UMA BLOGAGEM COLETIVA, REALIZADA NESTE DIA SOBRE ADOÇÃO E ESSA É A MINHA HISTÓRIA.

44 comentários:

bade disse...

Olá, Talma.
Uma clareza surpreendente.
Perfeito.
Um abraço,
Carlos - DecorandoTudo!

Viviany disse...

Noooossaaa , que liiindo ... Não consegui conter as minhas lagrimas lendo seu post ... Eu não podia imaginar que vc pudesse ter passado por tudo isso ... Talma queriida , já te admirava muito m mais agora , sou sua FÃ !!! Você é maravilhosa !!! Que Deus sempre proteja vc e essa liinda família que tem !!!
Um suuuper bjo no seu CORAÇÃO *

Sandra... disse...

Talma, estoy muy emocionada y al igual que Viviany, no imaginé nunca que tuvieras esta historia para contarnos..
Tanto vos como tu marido muestran una entereza moral y un amor incondicional que comparten con sus hijos (sin títulos de adoptivos, ni de corazón.. sólo "hijos") y con los que forman una familia hermosa!!
Te mando un beso muy grande y que Dios los bendiga y proteja siempre!!♥♥

Marina disse...

Talma, infelizmente já passamos por situações como essa na família duas vezes! A segunda resultou numa linda adoção, e a sensação que temos é essa mesma, que o João é que nos adotou, que os adotados fomos todos nós!
É um amor sem fim!
A doçura com que vc escreveu este texto me levou às lágrimas! Não é fácil lidar com a perda e filhos não deveriam ir antes dos pais!
O sofrimento é maior que o mundo e eu não gosto nem de lembrar!
Depois que a dor amenizar (não sei se passa completamente)ficam as memórias boas e o amor. A eterna sensação de "o que poderia ter sido"!
Encarar da forma como vc encarou (e como nós encaramos aqui) não é fácil, mas tem suas recompensas!
Nem sei mesmo se tá fazendo sentido tudo isso que eu tô falando, mas esse seu texto mexeu muito comigo!
Fica na paz e beijos nos meninos!

Isabel Cristina disse...

Oi Talma, fiquei super emocionada com seu post hoje. Você passou por um momento muito cruel na vida e continua com essa doçura e encanto! Você é mesmo uma pessoa muito especial, e Deus lhe conferiu pessoas mais especiais ainda para te ajudar a se reencontrar e recomeçar a vida. Eu não sei se aguentaria passar pelo que vc passou e continuar vivendo... sério! Não tenho mais palavras para elogiar sua atitude... Um grande beijo!

Janice disse...

Talma,
me emocionei ao ler seu relato e chorei.
Tudo na vida acontece como tem que ser mas, não estamos preparados para ver nossos filhos partirem antes de nós nessa vida.
Vocês são pessoas especiais e que Deus os abençõe. Seus filhos são lindos.
Ontem conhecemos um irmão meu, filho que meu pai teve antes de casar, e que estava a procura do meu pai. Foi emocionante e estamos felizes, temos mais um irmão e mais três sobrinhos.
Deus é perfeito.
Que Deus nos abençõe! Amém.
Beijo amiga :)

Isabel Cristina disse...

Oi Talma, é mesmo, também preciso prepara um post sobre esse assunto... obrigada pela ajuda e vou te mandar o email, mas não sei apagar o seu comentário! Como eu faço? Beijos

Jorge C. Reis disse...

Olá Talma
Li o seu post e não pude evitar as lágrimas.
É uma grande lição para todos nós.
Que sejam todos felizes.
Abraço
Jorge

Miguel S. G. Chammas disse...

Eemocionante historia de vida. Eu fiquei emocionado com a força do amor que une essa familia. Parabens.l

Luana Cristal disse...

Vc é uma guerreia, seus filhos la de cima estão olhando por vc com muito orgulho!
Te admiro muito, mesmo não te conhecendo pessoalmente...
Mas passo por aqui todos os dias, apesar de hj ser o primeiro comentario!

Mil Bjs p vc e p linda Familia!

Miguel disse...

Emocionante história de vida. Eu fiquei emocionado com a força DO AMOR QUE UNE ESSA FAMILIA. pARABÉNS

Regiane disse...

Olá Talma
Começamos bem inspirada a semana,né?
Que história de vida inspiradora....Você tem um grande coração!
Adoro passear pela imensidão da blogosfera,descobrir e dividir com minha queridas amigas,as coisas lindas que são criadas.

Adoro cada vez mais descobrir pessoas.

Cada vez mais encontro seres humanos admiráveis,assim como você!
Beijocas
Regiane

Claudia disse...

Talma, que história mais triste e ao mesmo tempo tão bonita e feliz. Parabéns pelo amor de vcs e pelas crianças lindas. Tenho uma enorme admiração por quem adota. Já até pensei em adotar quando tinha uma filha só, mas daí tive mais um filho e depois minha enteada veio morar com a gente, então hj acho que não dá mais. Mas acho que é um gesto lindo. Beijos

Greice disse...

Talma,
fiquei emocionada com o seu relado nem de longe imaginava que você, tão doce e fraterna tivesse passado por uma dor tão grande.. fico, ao ler histórias assim, envergonhada, por muitas vezes ser fraca diante de situações que nem de longe se comparam a estas, infelizmente observando a dor do outro é que tomo ciência de quanto linda e feliz é minha vida, ainda tenho muito que aprender, inlusive aprender a transformar a dor em puro amor, assim como você transformou.
Minha admiração por você.
beijos

Hazel disse...

Talma, vim aqui para agradecer o comentário que deixaste lá no meu blog, e deparei-me com este post... fiquei meio engasgada.

Meu Deus. Não sabia disto. Não sei muito bem o que dizer. Não sei também como vocês conseguiram ultrapassar uma coisa destas. Devem ser pessoas muito fortes e especiais, concerteza.

Fico muito feliz por saber que encontraram a vossa paz e união, e que foram abençoados com essas duas crianças encantadoras.

Obrigada por tudo, Talma.
Por tudo mesmo.

disse...

Talma querida!
Não contive as minhas lágrimas,...e o que senti realmente, foi que vc é uma mulher com M maiúsculo!
Não sei pq (afinal não nos conhecemos pessoalmente) mais sempre "ví" vc assim...exatamente como és...uma mulher de fibra!
Engraçado isso né?!
Mais eu fico aqui, imaginando como devem ser as minhas amigas virtuais!
Mais é assim que imagino vc!
Aqui na minha família a adoção sempre esteve presente...minha avó adotou dois filhos (os meus tios), e já tinha 4 biológicos
Minha prima tbém, acabou de conseguir a guarda definitiva de um rapazinho lindo (na época com 3 anos) que apareceu na porta da casa dela, pedindo qualquer tipo de ajuda!(uma daquelas histórias que paracem ter saido de algum livro, sabe?!)
Quando ela abriu a porta, viu que aquele era o seu filho!
Hj ele está com 6 anos, e é o super companheiro do irmão(O João, que é o filho biologico da minha prima)e super carinhoso e esforçado para o papi e a mami dele!
Parabéns pra vc!
Pela mulher que é, e por ter formado essa grande e linda família!
Com certeza o que une as pessoas é o AMOR...nada além do AMOR...
Um grande bjo pra vcs!

Siliani disse...

Nossa que lição de vida...Vc é uma mulher guerreira de uma força e de uma coragem invejável...Nossa, acabei de ler seu post e fiquei no silêncio da minha sala a penssar,até um pouco chocada sem querer acreditar que vc passou por isso tudo e foi forte o bastante para suportar.Querida que Deus continue te dando essa força e essa coragem,vc está de Parabéns pelas suas atitudes.Beijos e até mais.

Analuci disse...

Parabéns por sua postura quanto à adoção e assuntos relacionados. Concordo plenamente. Fico feliz por encontrar pessoas com esta visão da vida. Torço por vc e sua família!

margaret disse...

Querida, mesmo ja sabendo da historia foi impossivel conter as lagrimas...voce ja sabe o que penso a seu respeito...
E essa historia e todas as outras fazem de voce o que você é: UMA MULHER RETADA...de fibra, forte.
Nem preciso dizer que guardo voce no meu coração...e ja tinha feito isto antes de saber de tudo...
Mas voce sabe...
Imagino que mesmo com toda a força, como foi doloroso pra voce postar sua historia.
Um beijo bem especial viu? Do fundo do coração.
Ahhh...(so pra descontrair...) ahhhh...ahh....o que era mesmo que ia complementar? rs....
Ja fiz meu post tambem de adoção, entra hoje meia noite.
beijos de novo...

Dani - Verde Novo disse...

MINHA LINDA...
VOCÊ É ABENÇOADA POR DEUS... É UMA PESSOA DOTADA DE UMA ENERGIA DIFERENNTE DOS OUTROS... É COMO AS FLORES... DÃO AO MUNDO A SUA BELEZA E PERFUME EM MEIO A TERRA FRIA!
APRENDI MUITAS COISAS LENDO ESTE POST... UMAS DELAS FOI RESPEITAR AINDA MAIS AS PESSOAS, MESMO NÃO AS CONHECENDO... VALORIZAR O PRESENTE... E O PRINCIPAL: SER FELIZ...
JA AMAVA SEU BLOG, SEUS COMENTÁRIOS, VC... AGORA... TE ADMIRO DEMAIS MESMO.
DEUSS ABENÇOE CADA PASSO SEU E DESSA FAMÍLIA LINDA.
BEIJOS E BOA SEMANA.

Georgia disse...

Talma que prazer em te conhecer e que bom que essa blogagem está existindo, pois ler esta sua história de vida nos leva a pensar e analisar o quanto devemos ser gratos por ela. Eu estou chorando e está dificil digitar. Tenho que dizer que a foto da Mariana e do Lucas, muito parece com a fot dos seus filhos. A que vc colocou n aabertura do post. Deus escreve num livro que muitas vezes nao entendemos. Ele já estava preparando o seu coracao sobre a adocao antes de tudo acontecer. Veja só o cuidado que Ele já tinha, pois vocês precisavam ser pais dessas criancas.

Muito obrigada do fundo do meu coracao por dividir conosco a vida da sua família.

Muitas bencaos para vocês.

Grande beijo

Grace Olsson disse...

tALMA, AS FOTOS SE PARECECEM ENTRE SI.Olha, concordo com vc que tem que haver análise de documentos e observacao para se evitar que criancas caiam nas maos de qualquer um. Mas, no mundo inteiro, adocao é processo demorado. Nao é ato de nobreza de quem adota. É do adotado. É UM ATO DE AMOR. PELO MENOS NOS CASOS QUE ESTOU ENVOLVIDA ENVOLVE ESSE SENTIMENTO-BJS E DIAS FELIZES

www.eueorenascerdascinzas.blogspot.com

nina disse...

Nossa Talma, nem sei o q falar, estou tentando conter minhas lágrimas, e, está dificil de parar. E a gente q reclama de tanta coisa ne? Já era tua fã, e agora então, nem se fala, tu é demais, especial demais, tudo de bom pra ti, e pra tua linda família. Bjs querida.

Santinha disse...

Poxa amiga hj vc. me pegou fundo!
Só posso desejar muita saúde para você, para o papai e para o Lucas e a Mariana, e também muita luz pro Bruno e a Bibi.
Fiquem com Deus!!!!
beijos do coração

Luana disse...

Estou sem palavras depois que li este post!
Só posso te dizer PARABÉNS pela força, coragem e amor que vc demonstra todos os dias!
Você tem dois anjos que Deus confiou a voceis, pois Ele conhece o tamanho do coração de vcs.
Desejo toda felicidade a essa família linda que me cativou pela grandeza do coração.
Bjos

Vivian disse...

Oi flor!!! Superaçao, essa palavra retrata vc e seu marido. Seus filhos sao lindos. Estao todos de parabéns !!!

bjao

LIno disse...

Mais uma bela história e mais um belo exemplo. E sim, não se trata de nobreza, mas de troca, completando necessidades.
Parabéns pelo que fez e pela coragem de fazê-lo.

Renata Mafra disse...

Talma

"Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder demonstrar a qualquer ser humano, que eu os faça agora, que não os adie ou esqueça, pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho." James Green


As manifestações de todos traduzem o verdadeiro significado de sua existência em nossas vidas.

Me sinto privilegiada em ter encontrado você no meu caminho.

Muito Obrigada, Beijo no coração

Isabel Cristina disse...

OI Talma, para participar da blogagem coletiva é só publicar o post com o tema da adoção? Estou pensando em publicar o texto no meu outro blog - Mulher e Mãe.

Priscila disse...

Vc emociona pela garra, coragem e amor...infinitamente amor!

Sonia H. disse...

Talma,

Cheguei aqui por que Georgia me disse para não deixar de vir aqui. Que história comovente!
Admiro a tua clareza e a tua sábia postura em dar continuidade à vida e ao amor que vocês precisavam continuar compartilhando nessa vida.
Parabéns! Fiquei emocionada ao ler a tua postagem!
Felicidades sempre!

Raquel disse...

SE TODOS FOSSEM IGUAIS A VOCÊ, QUE MARAVILHA VIVER!!!!

Luciana disse...

Linda sua história,lindos todos seus filhos, estou sem palavras...
um beijo no seu coração

Renata Gayet disse...

Bahhhh guria, desidratei...
Assim me acabo de chorar!!!
Vc é uma vencedora, venceu vária vezes, parabéns por ter anjos tão lindos ao seu lado.
bjocas

Nina disse...

Nao acredito no que eu li!
Nao acredito!

Que forca é essa que o ser humano guarda dentro de si? me fala Talma, me explica. De onde vem isso?

Eu lia o seu relato, e nao acreditava em suas palavras... porque dói imaginar a sua dor, a que vc passou, a sua, a do seu marido...

putz! nao sei o que falar. vc agiu tao dignamente, que me fez perder as palavras, mas acreditar ainda mais no ser humano. que bonitos vcs, que bonitos seus filhos, os 4.

um beijo com carinho

agora toda vez que olhar pra estrelas vou ter mais alguém pra lembrar...posso?

veridiane disse...

oi amada sem palavras,muito lindo e emocionante.
eu e Andre lembramos muitos menentos com as duas estrelinha,bem que qdo olharemos o céu sempre vamos lembrar delas com muito amor .

pedroiub disse...

Nossa, mesmo já sabendo da história foi impossível conter minhas lágrimas,e ñ só eu como todos aqui em casa...Nós ficamos impressionados com sua força,seu amor e exemplo de superação...Vc pra nós é um exemplo de vida ,fico até sem palavras...
Querida, que Deus continue abençoando vcs com muita saúde e amor...Parabéns pela linda família e por ser esse ser iluminado e de coração enorme.
Tenho certeza q o Bruno, Bibi, Lucas e Mari são muito orgulhosos dos pais q tem...
Beijos e ADORO vcs!
Patrícia

Fábio Mayer disse...

Muta gente diz que blogagem coletiva não tem importância, porque não gera efeitos práticos.

Eu discordo, especialmente com o que representa ESTA blogagem sobre a adoção.

Isso porque, o grande efeito desta blogagem é fazer com que uma pessoa que esteja pensando em adotar, tenha subsídios para decidir pelo sim ou pelo não, em razão do fato de que os muitos post sobre ela, mostram as várias faces da questão.

No caso de vocês, tomaram a decisão que o coração mandou tomar, e o coração dificilmente erra...

Luisa disse...

Fiquei literalmente arrepiada enquanto lia seu post.Você com certeza é uma pessoa especial!!!
Fiquei o dia todo pensando como você conseguiu superar essa perda tão grande ... Muito emocionante a sua história e dá uma lição de vida pra todos nós.

Heloisa disse...

Talma...

Sua força vem de Deus...

Um grande beijo.

Sofs disse...

Meu Deus,é duro passar pelo que voce passou...mas é uma historia que apesar do seu lado triste e saudoso, tem um lado também maravilhoso...lindo demais.Adorei ouvir alguém que nao virou as costas a vida e que luta todos os dias por um sorriso na cara de duas crianças lindas.Parabéns é uma mulher com M grande, admiro-a profundamente...Muitas felicidades

lika disse...

Talma vcs foram abençoados por Deus,lá do céu seus anjinhos olham por vcs...
desejo toda a felicidade do mundo para a sua famíli...
um grande abraço
com carinho
lika

paulo roberto disse...

Olá Talma!!
Adorei você ter me apresentado seu filhos... obrigada!
Dia desses falamos sobre adoção... não lembro qual FLY está planejando, alias - quais... pois sei que são algumas... se um dia o assunto vir à tona, permita-me divulgar esse post... é uma lição de vida e de amor!
Obrigada por compartilhar conosco!
Beijos

Renato Jaguarão disse...

Minha amiga, acredito que posso te chamar de amiga, não tivemos muitos momentos juntos, pois você tem um ou dois anos mais do que eu e essa diferença na infância, adolescência e significante quando tratamos de um menino e uma menina, as meninas geralmente são mais adultas que os meninos.
Costumo dizer aos meu amigos que quando menino, nunca entendia porque as meninas da minha idade queriam os homens mais velhos, hoje sei porque. rsss...
Isso tudo foi para descontrair um pouco.
Lembro bem do teu pai, seu Alamir, se não me engano, ele era fotógrafo, e você ficou eternizada como a menina mais bela da Kennedy, acredita que ainda hoje quando encontramos amigos dos bons tempo e relembramos o passado, seu nome sempre é citado, como uma das mais lindas.
Bem, quero te dizer que você é uma guerreira e lendo seu Blog, fiquei surpreso com sua força e determinação, sua luta pela vida é realmente incrível, e seu amor maior ainda.
Por fim, espero que a vida nos de muito mais amor e conquistas, e que possamos transmitir energia e amor para todos que de alguma forma necessitam.

Um grande abraço do teu amigo, Paulinho irmão da Tâninha, filho do seu Élbio, um guri da vila Kennedy.

 
Related Posts with Thumbnails