"A simplicidade é o último degrau da sabedoria." Gibran



quinta-feira, 23 de abril de 2009

Tô triste

( Mariana)

1. Segregar

Excluir, separar

2. Mesquinha

escassa de recursos; pobre; destituído de grandeza, de nobreza; avarento



Mariana estuda numa escolinha pequena.
Vamos enumerar as classes assim: maternal 1, maternal 2 e maternal 3.
Ela estuda no maternal 2, juntamente com mais cinco coleguinhas, num total de seis crianças.
Para otimizarem tempo e espaço, a turminha dela brinca com o maternal 1 no parquinho e fazem juntos algumas atividades de pátio, porque têm praticamente a mesma faixa etária ( entre 2 e 3 anos).
Ocorre que a professora do maternal 1, fez festa para seu pimpolho, que é aluno do maternal 3. Todos participaram da festa: o maternal 1 porque são alunos dela, o maternal 3 porque é a sala do pimpolho- participou, inclusive, a dona ( e diretora) da escola!
Todos participaram, menos aquela turminha de seis crianças, da qual minha filha faz parte.
Imaginem a cena: todos na festa e eles de fora, olhando.
Seis crianças.
Seis pares de mãozinhas querendo balões e refrigerantes.
Seis pares de olhos tentando entender o porquê de não terem sido chamados para aquela festa, onde os outros coleguinhas de parquinho estavam.
Afinal, se dividem os ônus, por que não dividir também os bônus?
Que custo a mais numa festa, trariam seis crianças?
Qual o valor monetário disso, que justifique segregar seis crianças? Porque só pode ter sido essa, a razão (razão?) para essa atitude pobre.
Se isso tivesse partido de uma mãe de aluno, que mal conhece os colegas com os quais o filho convive, a gente entenderia, mas isso veio de uma professora que convive com eles todos os dias, no mesmo horário, no mesmo parquinho!
Por que raios, um ser humano (?) tem coragem de fazer uma coisa dessas??
Justo aquela pessoa que deveria dar o exemplo!
Será que um dia, essa mesma professora não terá que explicar para seus filhos e alunos o que significa a palavra "exclusão"?? Ou isso não existe no dicionário dela?
Vocês devem estar se perguntando se ela tem consciência da caca que fez.
Sim, ela tem. Tanto tem, que não tem aparecido mais no parquinho ( onde eu e outras mães sempre ficamos um tempinho) e hoje, na saída, quando meu olho bateu no dela, ela saiu de perto.
Confesso que também esperei mais da própria professora de Mari. Porque se fizessem isso com MEUS alunos, eu iria tirar a cara por eles, na hora!
Agora...
A escola permite que mães façam festas e convidem quem queiram - e foi exatamente o que ela fez: convidou quem quis.
Deveria haver regras mais amarradas, para evitar casos como esse, mas não me parece uma preocupação da escola, definitivamente.
O que será que as crianças aprenderam, com tudo isso? Porque eles perceberam e pergutaram às mães por que não haviam sido convidados.
Qual a mensagem que a escola está passando, para essas seis criaturinhas? Porque pra mim e mais duas outras mães, a mensagem foi clara.
Da minha parte...bem, o aniversário de Mariana será no mês que vem.
Amanhã saio para procurar a festinha que eu quero, só que agora, para um seleto grupo de seis lindos, fofos, queridos e educados convidados.
A vantagem é que agora eles dividirão o pula-pula apenas entre eles mesmos. Sem contar que as lembrancinhas também serão mais caprichadas, afinal, eles merecem.
...
E antes que alguém pergunte: sim, até pensei em tirar Mari da escola. Mas não gosto de soluções simplistas, porque é até fácil tirá-la de lá - escolas boas não faltam aqui. Mas e os que não podem sair? E também, se eu me acomodar, meu comodismo seria um prêmio para essa gente mesquinha.
...
Mas amanhã eu boto urucum na cara e vou à luta.
Mexa comigo, mas não mexa com os meus.
Amanhã vou comer fígado...cru!
....
Em tempo: amanhã esta TPM acaba e eu volto a ser mais racional....rssss.

42 comentários:

♥Edilene Soares♥ disse...

TALMA,EU SEI QUE NÃO É FACÍL VER NOSSOS FILHOS SENDO EXCLUIDOS E MALTRATADOS,EU ME SENTIRIA TAMBÉM COMO VC,MAIS SEI QUE TEM UM DEUS NOS CÉUS QUE É MAIOR QUE NOSSOS PROBLEMAS, E VINGANÇA NÃO LEVA A LUGAR NENHUM,AO CONTRARIO EU CONVIDARIA A TODOS QUE FORAM A FESTINHA DA ESCOLA E MOSTRAR QUE VC É DIFERENTE,POIS SE VC FIZER COMO ESTÁ PESSOA VC SÓ VAI MOSTRA QUE IGUAL A ELA.PERDOE AS PALAVRAS DURAS.REPENSE COM CALMA.E CONFIE EM DEUS.VOU ORAR POR VC AMIGA.QUANDO LI ESTA MENSAGEM QUASE CHOREI,MAIS TENHA CERTEZA NOSSOS FILHOS VÃO ENCONTRAR PESSOAS E OBSTÁCULOS NA VIDA POR ISSO DEVEMOS ENSINAR-LHES O BOM CAMINHO DE DEUS QUE É JESUS.
BJS NO ♥
♥JESUS VOS AMA♥
EDI♥

Kyria disse...

É isto Talma. Nem digo que seja só triste, é chocante, aviltante. Na escola dos meus filhos existe regra, ou todos participam ou nenhum. O mundo desta professora deve ter do tamanho de um micróbio e a sensibilidade do tamanho de um elefante. Tô fula da vida e tem mais, já palpitando acho que você deveria fazer uma mega festa para todos, sim ,sim, sim, sim afinal as crianças não tem noção da estupidez da ignorante "chefa". E quer saber mais, vou até me deitar, quanto mais escrevo mais brava eu fico como disse você, não mexe com nossos pimpolhos e pimpolhos de bloqueiras queridas, com permissão, são meus também quando quero apoiar as suas mamães. Bjos para vocês.

anekbaldo disse...

Apoiada, leva arco e flecha e atira no joelho pra não correr. bjka

Margaret disse...

Sem comentario viu... faz o que voce achar melhor...e se quiser ajuda eu tambem pinto a cara e vou la comer figado junto com vc.
beijos

Talma disse...

Ai Jesus, obrigada pelas amigas maravilhosas que este blog me deu!!!
Obrigada, de coração!!

Ana disse...

Oi Talma

Entendo o que vc está passando ,pois ano passado minha filha sofreu uma grande decepção na escola com atitudes de professoras e direção...
A diretora fez aniversário, as craianças foram convidadas para cantar parabéns e não receberam nenhum pedacinho de o bolo!!!!somente as professoras!!!É o último ano dela nessa escola ,que é ao lado da minha casa e tem somente o primário.Ela estava lá desde os 2 anos e estava com nove...
Ela que levou um presente do Boticário que escolheu com muito carinho, ficou muito triste.Além de que ela adora bolo!
Depois de pensar muito, explicar pra ela a situação resolvi deixá-la
este ano .
Ano que vem vida nova, escola nova, cadernos grandes e
transporte escolar...Eba!!!

É incrivel como a direção de uma escola pode ser tão insensível.
Imagine fazer isso com crianças... e tinha as turminhas mais novas também.
Mudar de escola na quarta para ter que mudar na quinta de novo , não valeria a pena.
Este ano apesar de naõ ter ido falar sobre isso porque meu marido não deixou ,pela primeira vez não vou participar de nada...festa junina ,presentes pras professoras...Nada!!! e ela é daquelas que tinha que presentear todas por que senão ficava triste.Ela só vai participar da festa de formatura porque ela quer.Mas nem na reuniaõ eu fui, e era sempre muito participante!
Apesar de ser sofrido ela acabou crescendo com isso.Mas eu não gostaria que passase por isso.

DESCULPE SE DESABAFEI TAMBÉM ,MAS É QUE ISSO ACONTECE MUITO PELO BRASIL.MORO NA GRANDE FPOLIS.

bjus pra vcs
ana maria
blog jeito de casa

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto (como sempre)
apareça , liberei meu outro blog (hoje e amanhã),
de um pulinho lá , vê se gosta.

Um ótimo final de semana.
Maurizio

Isabel Cristina disse...

OI Talma, que absurdo!!! Que falta de sensibilidade!! E isto partir de profissionais que trabalham em uma escola!! Na escolinha da minha filha as mães não podem financiar as festinhas dos filhos. Eu acho bem justo, pois algumas mães não podem proporcionar isto para os filhos. A própria escola faz a festinha dos aniversariantes do mês. As moças da cozinha preparam um saudável e bem grande bolo de cenoura com cobertura de chocolate. Aí levam todas as crianças para uma área externa, que já está previamente enfeitada com balões, e cantam parabéns para todos os aniversariantes do mês, no final todas as crianças ganham bolo, TODAS!! Minha filha adora quando tem aniversário. Mas claro que tem aquelas mães que insistem em fazer uma festinha " particular" no dia do aniversário do próprio filho, levar doces, refrigerantes, mas a escola não autoriza. Talvez seja assim porque é uma escola pública, que atende criançãs de várias classes sociais. Então a direção da escola tem o cuidado em poupar as crianças de comparações e frustrações. Esta iniciativa parte da direção da escola, mesmo sendo pública, poderia não ser assim. Agora o que me surpreendeu muito nesta história é esta atitude mesquinha partir de professoras!! Mas muita calma, não fique rancorosa com isso, ela já está sendo castigada, só de ter " sumido" já mostra a vergonha pela qual está passando. Converse muito com sua filha e prepare uma festa bem linda para ela, sem exclusões, senão vc vai estar passando a mesma mensagem para ela. Porque não convida todos os colegas que ela quiser? Mesmo os que participaram da festinha, eles não têm culpa e vc vai estar dando um " tapa de luva" em todo mundo. Convide até a professora! Duvido que ela vá! Beijos

Rita de Cassia disse...

Talma, como hoje é outro dia, tenho certeza que já destes boas risadas do que escrevestes. Sinceramente.... minha vontade seria pisar no gogó da professora que fez a festa, da professora que foi a festa e da professora que não foi convidada para a festa e não defendeu seus alunos. Neste caso me faltaria um pé. Mas, como já disseram algumas de nossas amigas... vejo aí um excelente oportunidade para você e para as "outras". Uma oportunidade de ensinamento e aprendizado. Tu fostes escolhida para ensinar. Então, faz uma festa pra todos os maternais e ensina pra essas criaturas o sentido da palavra confraternizar, comemorar ... ... Tu sabes que algumas pessoas precisam de ajuda pra aprender a se relacionar, talvez sejam pessoas que foram "ensinadas" de maneira assim meio... torta. É agora a tua vez de contribuir para a evolução dessas criaturas. Agora, se tu decidir pisar no gogó delas, me chama que eu empresto um pé.
bj bj bj
Se decidir pela festa, tira um montão de fotos e mostra pra gente.

Vivi disse...

Querida Tlma...
Estou emocionada com o q vc escreveu...
já passei por várias viu!!! e qdo toca nossos filhos!!! aiaiai
concordo com a Edilene

"...E VINGANÇA NÃO LEVA A LUGAR NENHUM,AO CONTRARIO EU CONVIDARIA A TODOS QUE FORAM A FESTINHA DA ESCOLA E MOSTRAR QUE VC É DIFERENTE,POIS SE VC FIZER COMO ESTÁ PESSOA VC SÓ VAI MOSTRAR QUE IGUAL A ELA..."

Fique com Deus e mantenha sua calma... e nem perca sua classe..levante a cabeça e e aproveite a oportunidade pra mostrar que pessoa vc é uma muitoooooooooooooooooooooo melhor !
bjs

Raquelita... disse...

olá!
cai aqui por acaso e, poxa vida, que coisa chata essa que aconteceu na escolinha da sua filha, heim? mas sou do partido que defende a ideia de que, ao invés de fazer uma festinha apenas para sua filhota e os 5 coeguinhas dela, acha que vc deve estender o convite a toooodas as demais crianças! e mais: se eu fosse vc, faria questão de entregar o convite a tal professora pessoalmente... Bjins e posta fotos da festinha depois!

Marcele Silveira disse...

Talminha, querida! Você sabe que não tenho filhos e não seria a melhor pessoa a falar isso. Mas sempre assisto Mothern e teve um episódio que tratava justamente sobre isso. Foi bem interessante e bem educativo, digamos assim. Tenta assistir. Vai valer a pena. E parabéns pelos filhos lindos e pela mãe dedicada que você é.
Fica triste não!
Beijo grande!

Christine disse...

Talma, posto pouquissímo, mas leio sempre.
Quer ajuda nêga ??. Tbm estou na TPM e ja baixou a cabocla-barraqueira, ou faz p todo mundo !??!? ate parece q eram 300 crianças, ou então ninguém..
Já pequei o urucum e estou as ordens. É uma crueldade ! E essa diretora é uma débil !
pronto, falei..
bjs na Mariana !

jardim das alamandas disse...

Talma querida...
Me emocionei com seu post...tenho 02 filhos e posso imaginar o que voce esta sentido. Sei como dói ver nossos filhotes passando por humilhaçoes...
Melhor eu nao opinar na festa, sou tinhosa e não levo desaforos para casa, mesmo sabendo que nem sempre é a melhor opção. Faça o achar que ameniza sua indignaçao querida!
Bjosss e paz no coração!!!
EDNA

HAZEL disse...

Compreendo o teu estado de espírito. Eu sou uma pessoa resistente. Suporto muita coisa. Mas se há uma coisa que me consegue tirar a paz de espírito são os assuntos relacionados com o L.. Qualquer problema que haja com ele, mexe profundamente comigo, e transforma-me numa pessoa diferente daquela que os outros estão habituados a ver em mim.

Tens o meu apoio.
Beijos e despeja esse ácido cá para fora junto das pessoas que merecem recebê-lo, para voltares à tua paz de espírito.

Lets disse...

Talma querida,
havia deixado minhas palavras aqui, mas ocorreu um erro e acho que as perdi. Portanto, tentarei repetir a mensagem.
Eu dizia que viver às vezes dói. Não sei que "punição" ou represália mereça uma pessoa como essa professorinha insensível e mesquinha, mas o que vc fizer, assino embaixo. Embora a gente veja tanta discriminação e exclusão nesse nosso país, acho q qualquer ato que o represente deva ser enfrentado com garras e dentes. Portanto, ao seu lado e favorável à sua decisão e aos seu ataque nessa selva de leões em que vivemos, estou aqui, com vc!
Bjos no coração
Lets

Janice disse...

Talma,
fiquei triste junto com você por ver mais uma vez, como as pessoas são maldosas e inconsequentes.
Já vivi situações dessas dentro da própria família...ooooo...como dá vontade de agir pelas próprias mãos.
Mas com cabeça fria vemos que o melhor é o tapa de luva e a frieza em relação a pessoa mesquinha.
Beijo amiga:)

Anônimo disse...

Olá Talma! Mas se você fizer a festa e convidar apenas os 6, não estará se portando da mesma forma? olho por olho? Seria mais generoso e educado se você convidasse todos inclusive a professora que excluiu as crianças, sem contar que estaria dando um tapa com luva de pelica nela... mas cada um é que sabe né? Abraços. MÁRCIA/BSB

Claudia disse...

Sinceramente, eu não tô acreditando que isso aconteceu. Eu acho que nunca vi uma coisa dessas, partindo da professora, nunca vi mesmo.
Na escola do meu filho, quem quiser fazer festinha, tem que fazer pra escola toda! Esta é a regra. No ano passado, fiz uma festinha pra 80 crianças, pode até ser pesado, mas é justo.
Entendo sua tristeza, eu tb ficaria arrasada!

beijos

Janice disse...

Talma,
minhas tatuagens foram feitas bem próximas e tem um significado em conjunto:
liberdade
transformação
superação
capacidade de perdoar o imperdoável....
vivi um momento onde fui obrigada a me transformar, superar o orgulho e ver que eu nunca tive o controle de nada.
Me desculpe em não esclarecer o fato...quem sabe um dia...
Beijo querida amiga:)

Cristiane disse...

Olá!
Sempre venho por esta casinha que acolhe a gente com muito carinho e respeito.
Menina,hoje resolvi me manifestar.
Só tenho uma palavra pra isso tudo:
- TÔ INDIGNADA!
Eu como fui professora primária(digo fui,porque nâo leciono mais já algum tempo)estou indignada!!!
Atitudes erradas de TODAS essas criaturas,aff!
Dói,assim como vc tenho uma Mariana,e por ela até hoje sou capaz de qualquer ato,inclusive os mais feios,pelo amor! O que tem no coração dessas criaturas?
Gelo né.Só pode,mas enfim,estou contigo querida e manda ver mesmo,comer o fígado cru é comigo mesmo.Mexe comigo mas não com os meus,isso em mim é muito latente ainda.rs...olha que a minha tem hoje 23 anos....
Beijos.

Márcia disse...

Dá pra falar alguma coisa ??????? Mas acho que eu faria como a Edilene, tipo um tapa com luva de pelica !! Ó..tem selinho pra vc tá
beijim

gamela presentes disse...

Querida Talma, o ser humano tem atitudes absurdas.Já passei por situações idênticas à sua.
Sempre solto fogo pelas narinas.
É muito triste este tipo de comportamento de UMA EDUCADORA que ainda por cima é MÃE.
Mas, a nobreza em não fazer distinção é o maior exemplo que podes oferecer aos seus filhos.
Saibas que a tenho no coração.
Beijos.
Fátima.

BRUXINHA disse...

Talma, de um tapa de luva nesta professorazinha e mostre como vc é diferente dela que é oca por dentro , sem coração, ou cabeça hehehhe . Convide as crianças , pois elas não tem culpa, e tb a esta profe em especial. Seu coração vai ficar calmo e tranquilo depois . Bjs Leila

Ozenilda Amorim disse...

Não dá nem pra imaginar uma coisa dessas. Criança não se trata assim, especialmente por professores, que teoricamente são responsáveis por parte da educação delas.
Isso mesmo, amiga tome atitudes para mostrar sua indignação.
:(

léia freitas disse...

poxa, Talma, que chato isso, mas olha só, eu também sou partidaria de fazer uma festa prá toda a escola, incluisive prá esse ser que se diz ser educadora e que não passa de um mau exemplo prá toda uma classe, e escolheria um tema que "falasse" de humanidade, humildade e inclusão.
fique calma, Deus tem muito mais prá dar do que o diabo a tirar.
beijos.

nina disse...

Oi Talma, q coisa mais chata isso. No primeiro momento, dá vontade de fazer à mesma coisa, mas, pensando bem, tem aquele ditado, q diz, q cada um dá o q tem de melhor. Faz à festinha, e convida todas as crianças, e inclusive essa "querida" professora. Assim, tu pode ensinar à tua filha, os valores da vida. E vai ser uma lição pra essa "querida". Bjs!!!

Fatima disse...

Talma,
sou professora a quase 20 anos e situações como essas que vc contou já me fizeram muitas vezes brigar com colegas e direção de escola. Infelizmente, na minha profissão, como em qualquer outra existem os maus e os bons, mas acredito que os mau profissional deve ser punido. Se fosse vc levaria ao conhecimento da direção sua insatisfação e questionava qual o verdadeiro papel da escola.
Outra sugestão é ofertar um cartão para essa professora com a seguinte frase:
"Há três tipos de professores: os que só ensinam o que sabem; os que não ensinam o que sabem; os que pensam que sabem e ensinam errado o que não sabem."
Autor: (Rio Nogueira)
Abrs.

Amanda disse...

Talma sou professora, e sinceramente fiquei indgnada, olha amiga, isso precisa ser levado a frente sim... a escola é para incluir e não dar exemplos de exclusão... onde está a ética destas professoras? ... me sinto violentada por vc... acho q a escola e as famílas precisam tomar as providências sim...e para isso existe a BOCA NO TROMBONE... e arrebente amiga! Tem todo meu apoio...

Monica Loureiro disse...

Outro dia vi um episódio do MOTHERN que mostrava alguma coisa assim, só que vindo da parte de uma mãe.....

Adorei seu post, e a foto !
Voce sempre tem uma mensagem boa pra passar .....
Fique com DEUS...

Edna Fadinha disse...

Poxa Talma é muito triste ver uma situação como essa.Pior ainda uma professora ter essa atitude,6 crianças não iriam deixar a "festa" + cara,nem a professora + pobre.Eu trabalho em uma escola pública,as festinhas são feitas para todos,na última sexta de cada mês tem uma festinha (simples) para todos que fazem aniversário no mês,e o restante da escola participa.O que é feito para um é feito para todos.
Vc tem que reclamar e falar com a diretora.Estou indignada como vc.
Tenha um bom FDS!
Bjs

Kyria disse...

E aí? Como é que ocê tá/ Bjs

Bibi disse...

Nossa, tadinhossss!!!

Kátia disse...

Olá!!!! è decepcionante mesmo!!!
Sei que não é regra mas ultimamente ando decepcionada com as escolas, seus profissionais e seu ensino. Mas voltando ao assunto... eu faria uma festa para todos. A gente que tem um pouco mais de cultura e sensibilidade não pode descer ao nível dessas pessoas. Elas precisam aprender como devem se comportar nem que pra isso a gente tenha que ensinar. Afinal que mundo é este?!?!?! Portanto Talma, dá uma festinha para todos e mostra pra este pessoal que afeto, carinho e educação vem de dentro de pessoas boas!!!
Pense nisso!!!

Bjokas.
Kátia Curto
tudodbomptocom.blogspot.com

LITA disse...

Prá alegrar um pouquinho Tem selinho prá você lá no meu blog.
bjs
Celita

Sheila disse...

Tô aqui emocionada e chocada de ver como alguns EDUCADORES ainda têm tanta dificuldade para realmente entender sentimentos e comportamentos. Que imagens ficam na cabeça da turminha da sua filhota e também nas crianças das outras turmas que viram que nem tudo é feito junto? Boa sorte pra vocês.

Théa disse...

Ah, Amiga, fala sério, tu num rodou a baiana não? Me desculpem as politicamente corretas, mas a porca ia torcer o rabo se fosse comigo, pois se uma imbecil dessa fizesse algo, parecido, com o Henrique (meu filho), o mínimo que eu fazia era reduzi-la a sulfato de pó de peido, tenho dito, bjks
PS.: Vc tá concorrendo a canonização é Talminha? Me poupe, não deixe barato, e convida ela mas coloca uma pitada de arsêrnico no bolo que ELA vai comer, kkkkkkkkkkk, pronto desintalei.

Sandra... disse...

Talma, imagino tu impotencia tratándose de tu hija.. nos da bronca a nosotras de sólo leerte!!
Recién hoy me estoy poniendo al día de este tema (ahora me fijaré si tu blog se acutaliza correctamente en el mío!)
Voy a leer el otro post, un beso!

Dany - Verde Novo disse...

POR ESSAS E OUTRAS COISAS DO MEU DIA A DIA QUE ME ENVERGONHO DE DIZER QUE FAÇO PARTE DESSE GRUPO DE PESSOAS DENOMINADO: EDUCADOORES....DE QUEM?

Lucy Falcão disse...

Que história mais triste.
Eu que tenho dois pequenos de 3 anos fiquei imaginando a cena e quer saber? Não consegui conter as lágrimas.
É revoltante!
Nunca fiz festinha de aniversário na escola.
Se vc for fazer a da sua filhinha acho que devia convidar todos e dar uma lição nesse povo sem coração.

Bjs

Adhara disse...

Talminha, meu coração ficou apertado lendo esse post! é muito difícil engolir uma injustiça...imagina com uma criança e imagina com um filho seu? não tenho filhos ainda, mas não sei qual seria minha reação a uma situação como esta...apoio a sua atitude amiga! Um beijo grandão!

Maria Filomena disse...

Talma, eu já vi muita coisa dessa, de tudo quanto é tipo de profissão. Mesquinharia, falta de sensibilidade, falta de vergonha na cara existe em todas as classes sociais, economicas e profissionais.....Só não devemos deixar passar essas pessoas sem uma chamadinha de atenção, e as melhores são as com luvas de pelica.... chame ela e os alunos dela para a festa da Mariana.....para ela saber como se fazem as coisas com jeito e sensibilidade. Tenho dito. Um grande abraço de solidariedade.......
ah! ia me esquecendo: amei teu blog...
abraços de Maria Filomena

 
Related Posts with Thumbnails