"A simplicidade é o último degrau da sabedoria." Gibran



quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Minimalismo

Eu tenho procurado me ver livre do máximo possível de coisas, mas fico impressionada com a quantidade de cacarecos que eu tenho dentro de casa! Aff!!
Coloquei uma caixa na cozinha e ali estou "despejando" coisas que não uso e/ou não amo.
Não busco me enquadrar em nenhuma tendência, mas nessa ânsia de ficar com menos em casa, comecei a me interessar um pouco mais pelo minimalismo.
E navega daqui, navega dali, achei estas imagens e logo pensei: como eu queria viver nesse lugar!
É um apartamento para alugar, num condomínio sueco. Claro que eu colocaria um papel de parede vermelho ( eheheh), mas o resto eu manteria tal e qual.







Imagens, DAQUI.

8 comentários:

HAZEL disse...

Talma, querida, estou exactamente no mesmo processo que tu.
Agora tenho uma porção de coisas no chão do hall de entrada à procura de novos donos (porque bem sabes que não deito nada útil para o lixo).
Beijos beijos!

Carol disse...

Talma,
E quando amamos tudo ou quase tudo que temos? Estou perdida rsrs, mas é bom esse desapego material, bom pra alma, bom pra fluir as boas energias.
Beijos

Saron disse...

Oi Talma,vc é um amor...É bom saber que não vou ser abandonada por ti(rsrsr).Mudando de assunto, convenhamos quem não queria morar num ap assim, se bem que eu prefiro mora numa casa.Acho que há mais privacidade.Mas a decoração desse ap esta demais e aquele lustre, fiquei encantada, acho que é feito de tulê.Mas no meu caso eu fugiria do minimalista, umas cores seria bom...
Bjos

Silvana disse...

Olá Talma!!

Adorei seu comentário no meu blog!

eu só fiquei em dúvida para qual dos seus blogs eu deveria responder...rs

A Fernanda Young é mesmo uma mala sem alça né? E adorei o que disse dele, ri muito...

Meu blog é mais de artesanato, mas devagarinho estou redirecionando ele, abordando outros temas...

Qto ao seu post, eu não conseguiria viver num ambiente minimalista, clean ou seja lá o que for...rs

Eu preciso de cor, de muitos objetos, de bagunça, de presenciar vida.

Essses apes para mim não tem vida, parece mais que mora um andróide neles, que nunca tem ninguém na sala, que ninguém nun ca come vendo tv...rs

Sei lá, preciso de uma bagunça organizada para me sentir viva...

Beijoooo e apareça sempre por lá!

Rita de Cassia disse...

Eu até tento, mas a pilha de "desfazer" fica sempre menor do que a de "permanecer" ... nem sei porque.
Mas sinceramente, isso é necessário.

Já te contei que o dentista quer me colocar um aparelho nos dentes? E ficar de tres a cinco anos banguela "esperando" a mordida deixar de ser cruzada? Não vou aguentar!!!
bj

Luablue disse...

Oi Talma, o segredo é seguir a máxima de que o menos é mais. Mas gente vai juntando tanta coisa e acaba se esquecendo que a decoração clean é quase sempre mais chique, embora seja mais impessoal.

Beijos

Santinha disse...

Talma
Assim que vi seu post pensei: Que alivio seria se deixar invadir totalmente pelo minimalismo!
Consumir menos...
guradar menos...
simplificar, enxugar, despegar...
Muito bom vc. ter postado isso numa época de consumismo desenfreado.
bjus querida...

já tô aqui na casa do marido tentando colocar aderir um pouco ao minimalismo.

inspirações da Jô disse...

Talminha,
Realmente é um belo apê, mas eu não trocaria pela casa que tu tens, demosntra amor, seu jeitinho, suas cores,sua personalidade está ali!!!Já esse apê é "vazio, frio", entende o que eu quero dizer?
Você mesma disse que colocaria um papel de parede vermelho, está vendo só; essa é a Talma, alegre e vibrante, e não apagada, sem brilho!!!!!
Quanto ao minimalismo, é válido aprender a viver com menos e somente com o necessário, mas fala sério; acha mesmo que conseguimos tal proeza?
Beijinhos com carinho linda!!!!!!!

 
Related Posts with Thumbnails